Circuito de Atualização em Reabilitação Pós-Covid, é realizado na cidade de Muriaé pelo CREFITO 4

Pres. do CREFITO 4, Dr. Anderson Coelho e Dra. Jaqueline de Freitas Oliveira Ribeiro, delegada do CREFITO 4ª REGIÃO

Aconteceu neste sábado (21), no Teatro Zacarias Marques, em Muriaé o Circuito de Atualização em Reabilitação Pós-Covid, uma iniciativa do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 4ª Região (CREFITO 4).
Dra.Jaqueline de Freitas Oliveira Ribeiro, delegada do CREFITO 4ª REGIÃO, disse que desde março de 2020 foi criado uma câmara técnica para está na linha de frente do Covid-19, com o objetivo de orientar os profissionais e relatou que este evento em toda Minas Gerais e que já passou por 50 cidades e Muriaé. “Geralmente o paciente sai e festeja a conquista hospitalar, venceu o Covid, mas as sequelas muitas das vezes não são resgatadas. Há sequelas que podem durar até cinco anos. As pessoas que tiveram a doença devem e precisam de reabilitação com o fisioterapeuta, por isso o treinamento de nossos profissionais”.
O Pres. do CREFITO 4, Dr. Anderson Coelho, esteve presente em Muriaé participando do evento, e disse que tem corrido o estado junto com o Circuito. o presidente CREFITO 4ª REGIÃO, Dr. Anderson Coelho, falou que hoje e a 39ª etapa do circuito de atualização para reabilitação fisioterapêutica da síndrome pós covid. “A nossa preocupação é com os pacientes e que os terapeutas da região estejam preparados para recebê-los, não apenas aqueles que ficaram hospitalizados mas também aqueles que ficaram com alguma sequela leve, às vezes a pessoa acha que aquilo é normal mas é preciso se submeter a uma consulta fisioterapêutica especializada para que ele identifique suas necessidades, pois a covid não deixa sequelas apenas no sistema respiratório, temos identificado sequelas cardiovasculares, respiratórias, perda de massa magra, problemas neurológicos e cognitivos, todas essas sequelas podem ser tratadas por um fisioterapeuta que tem a expertise para a prescrição clínica adequada de exercícios. O conselho preocupado com isso tem rodado todo estado trazendo evidências científicas do que se tem de estudo de uma doença ainda muito desconhecida, que é a covid, e os profissionais precisam estar atualizados em conhecimentos para levar a melhor assistência aos pacientes” ressaltou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.