Vice-governador Paulo Brant visita Fundação Cristiano Varella e Hospital do Câncer de Muriaé

 

A comitiva do Governo do Estado foi recebida pelo presidente do Conselho Fiscal da Fundação, Luciano Varella, e pelo Deputado Federal Misael Varella

 

 

Prestes a comemorar 25 anos de atuação, a Fundação Cristiano Varella recebeu nesta terça-feira (25) o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant. Acompanhado de uma comitiva composta pelo Secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, e outras autoridades do Governo do Estado, Brant conheceu as instalações e os serviços oferecidos pelo Hospital do Câncer de Muriaé e o Memorial da Fundação Cristiano Varella.

 

“É uma sensação de muito orgulho termos um hospital com esse nível e essa qualificação, na fronteira da tecnologia e da Oncologia, atendendo à toda a população aqui da região”, afirmou o vice-governador. “Atender a qualquer cidadão, independentemente da sua renda, com o melhor que tem a Ciência. Esse é o sonho de todos nós e esse hospital mostra que isso é possível”, completou.

 

A comitiva foi recebida por Luciano Varella, presidente do Conselho Fiscal da Fundação, pelo Deputado Federal Misael Varella e pelo diretor superintendente do Hospital, Sérgio Henriques. “O reconhecimento do vice-governador Paulo Brant à atuação da Fundação Cristiano Varella e do Hospital do Câncer de Muriaé só coroa uma trajetória de 25 anos de muito trabalho e empenho no cuidado com a vida de nossos pacientes”, disse Luciano Varella.

 

Para o deputado federal Misael Varella, “é uma honra e uma alegria receber o vice-governador do Estado”. “Os muriaeenses e toda a população da região, que necessitam de atendimento oncológico, estão muito bem resguardados com o Hospital que, além de tecnologia de ponta, oferece um dos atendimentos mais humanizados no tratamento do câncer”, concluiu.

 

Paulo Brant veio a Muriaé apresentar à região o programa “Minas Livre para Crescer” e para falar sobre o programa “Minas Consciente”, criado durante a pandemia causada pelo novo coronavírus para orientar os municípios sobre as medidas adotadas pelo governo do Estado.

 

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, o objetivo do programa “Minas Livre para Crescer” é diminuir as burocracias e os custos para novos empreendimentos e, consequentemente, gerar mais emprego e renda para a população mineira.

 

Além da visita à Fundação Cristiano Varella, a agenda do vice-governador também incluiu um evento na APAE de Muriaé e uma reunião com empresários da cidade.

 

Excelência no cuidado com a vida

 

A Fundação Cristiano Varella é um complexo na área de saúde que, atualmente, mantém o Hospital do Câncer de Muriaé. É, também, um complexo na área da Educação, Pesquisa e Cultura, com um Memorial, um Centro de Pesquisa Médica e uma estrutura própria de rádio e TV.

 

Com 175 leitos ativos (capacidade para 210), 8 salas de cirurgia e 20 leitos de terapia intensiva, o Hospital do Câncer de Muriaé recebe, em média, 300 novos casos por mês e oferece assistência integrada em Oncologia a mais de 168 municípios de Minas Gerais e outros estados – com uma abrangência populacional de mais de 2 milhões de habitantes. Atualmente, aproximadamente 90% dos seus atendimentos são destinados ao Sistema Único de Saúde – SUS.

 

Além das internações, são oferecidos todos os tratamentos oncológicos específicos, como quimioterapia, radioterapia, braquiterapia e atendimentos pela equipe interdisciplinar, incluindo serviços odontológicos, o que aumenta ainda mais a quantidade de pacientes atendidos. São realizados, em média, 200 atendimentos de radioterapia e 350 de quimioterapia (ambulatorial / internação) no hospital.

 

“Fazemos 100% do tratamento oncológico aqui no Hospital e, em breve, teremos também o transplante de medula. Já recebemos a autorização de realização pelo Ministério da Saúde e estamos adequando a área física para sua implantação”, contou Sérgio Henriques.

 

Conforto no período de tratamento

 

Durante os tratamentos ambulatoriais, aos pacientes que residem em municípios mais distantes, é oferecida hospedagem na Casa de Apoio, mantida pelo Hospital do Câncer de Muriaé. Além da hospedagem, é garantido a eles o transporte entre a Casa de Apoio e os ambulatórios da instituição, alimentação e todos os cuidados necessários.

 

Hoje, a Casa de apoio tem a capacidade de hospedar 212 hóspedes (pacientes e acompanhantes), com uma área de lazer completa, 5 refeições diárias gratuitas, lavanderia e acompanhamento. Todas essas atividades, auxiliam o bom funcionamento do ecossistema e logística das Secretarias Municipais de Saúde de todo o entorno, uma vez que elas não precisam realizar, diariamente, o fluxo necessário para os pacientes, durante o tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.