“Mulheres Que Inspiram” Palestra Realizada Pela CDL, Juntamente Com OAB, ACE, Fundarte e Prefeitura De Muriaé, Em Comemoração ao Dia Internacional Da Mulher

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Muriaé, juntamente com a 36º subseção de Muriaé da OAB, ACE (Associação Comercial de Muriaé), Fundarte e Prefeitura de Muriaé realizou nesta quarta-feira (14), no teatro Zacarias Marques, um evento para homenagear a todas as Mulheres pelo seu dia. As mulheres presentes ao evento foram recepcionadas com uma belíssima palestra de Luciana Pirozi, no tema de “Mulheres que Inspiram”, além de um delicioso coquetel e sorteio de brindes.

A palestrante Luciana Pirozi, de Muriaé e consultora de empresas, vem desenvolvendo um trabalho em parceria com a CDL, também administradora de empresas (coach) e sua atuação é na área de marketing e recursos humanos. Luciana disse que tudo foi feito com muito carinho, “Nosso evento aborda a mulher em sua plenitude, que pode fazer o que quiser, que tem a força interior que lhe é característica e que pode ser feliz, apesar das diferenças e dificuldades pelas quais ela passa em seu dia a dia. A mulher hoje tem muitas funções na política, nas empresas etc. Estamos conquistando o nosso espaço. É isso o que eu quero buscar também, essa questão da oportunidade que as mulheres vêm tendo, o chamado ‘empoderamento’. É o que eu quero mostrar: que elas podem, sim. Àquelas que estão com um pouco de medo eu espero que saiam daqui um pouco mais confiantes. A mensagem para as mulheres é que tenham força para ser o que quiser, tenham a capacidade de se reinventar todos os dias e pode ir para o mundo, porque o mundo é nosso” explicou. 

Keila Souza da Mata da CDL ressaltou: “Sempre programamos algo para as empresárias e mulheres da CDL, então decidimos unir as forças convidamos a fundarte e a OAB para participar deste evento maravilhoso que só nos engrandeceu com a palestra da Luciana. A mulher pode estar aonde ela quer estar, consultar os seus sonhos, os seus objetivos e é isso que queremos passar para as pessoas, temos força, apesar de todos os preconceitos, e temos que vencer as nossas barreiras, temos que trabalhar, não só fora de casa mas dentro de casa, trabalhar para a educação do seu filho trabalhar o outro, aceitar o outro e trabalhar si mesmo, pois esse é o nosso maior inimigo. “disse

A advogada da 36º subseção de Muriaé da OAB, Graziela Machado Porcaro Almeida frisou sobre o dia 8 de março e disse: “É um dia não só para homenagear as mulheres, como também para refletir e discutir sobre como a mulher vem sendo vista na nossa sociedade e como ela exerce seu papel, que é de suma importância, para ser valorizada cada vez mais. Esse evento tem o objetivo de homenagear não apenas as advogadas como também as associadas da CDL. É uma forma de ter um momento lúdico de comemoração, descontração e entrosamento. É uma parceria muito bacana que com certeza terá um saldo bastante positivo” concluiu.

O diretor fiscal da CDL Henrique Lourenço, falou que foi convidado pelo presidente da CDL, Leandro Lattini, a montar uma diretoria da CDL jovem, com o objetivo de reunir jovens empresários, líderes, profissionais autônomos, advogados de até 35 anos. “Temos a visão de sucessão, cuidar das empresas que passam de pais para filhos, como também cuidar da ação social com o propósito de promover encontros de empresários desse perfil para que eles possam encontrar apoio na CDL. Começamos agora a divulgação do projeto para agregar essas pessoas e, portanto, começar a montar os eventos. Queremos fazer o lançamento no dia 31 de março, reunindo o maior número possível de jovens, pessoas que se encaixem nesse perfil. A CDL jovem já é um movimento nacional. Em Muriaé já tentaram criar, mas não foi pra frente. Agora temos fé que vamos conseguir realizar para que possamos colher bons frutos como a própria CDL já tem”.

A história do Dia Internacional da Mulher, comemorado em todo o mundo, é uma homenagem à luta de mulheres de uma fábrica têxtil, na cidade de Nova Iorque, que no dia 8 de março de 1857 se rebelaram, pela primeira vez na história, contra a jornada excessiva de trabalho. Para conter a manifestação, elas foram trancadas dentro da fábrica e incendiadas numa ação da polícia em parceria com os patrões. E desde 1975, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 8 de março como Dia Internacional da Mulher.

CDL MURIAE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.