Fique atento ao aumento de temperatura e os efeitos na conta de energia

Energisa Minas Gerais dá dicas para diminuir o impacto do tempo seco na conta. 

 

O calor e a falta de umidade já começaram em algumas regiões do país, inclusive aqui no Sudeste. Estes fatores estão diretamente ligados ao aumento do consumo de energia elétrica. Dados do Grupo Energisa mostram que essa variação é histórica – nos últimos anos, as famílias que são atendidas pela Energisa Minas Gerais consumiram, em média, 29,1% mais energia por mês entre os meses de novembro a março do que nos demais meses do ano.  

  

A mudança no consumo está diretamente atrelada ao aumento da temperatura, que leva as pessoas a usarem mais equipamentos para manter o ambiente mais fresco e úmido. Somada a isso, está a forma como os eletrodomésticos consomem a energia elétrica nos dias mais quentes. Por exemplo, um ar-condicionado que ficava ligado seis horas nos outros meses, usará mais energia para deixar o ambiente fresco nos dias mais quentes mesmo que utilizado pelo mesmo período. Ainda que o hábito da família não mude, é possível que haja um aumento de consumo, exclusivamente por conta das altas temperaturas.    

   

“Não podemos imaginar que nossos eletrodomésticos que trabalham com refrigeração, como geladeira e ar-condicionado, estão trabalhando da mesma forma nos dias mais quentes.  Com as temperaturas altas, esses equipamentos trabalham mais, consomem mais energia para manter o padrão de funcionamento”, explica o gerente de Serviços Comerciais da Energisa, Luciano Lima.   

   

Atrelado as temperaturas mais quentes, as pessoas estão ficando mais tempo em casa por conta da pandemia do novo coronavírus.  “Famílias mais tempo em casa, trabalho à distância (teletrabalho ou homeoffice) e intensificação de trabalhos artesanais, por exemplo, podem ser sinônimo de conta de energia mais alta no fim do mês. Mas, com uma rotina mais organizada e adoção de novos hábitos, é possível economizar energia elétrica, evitando que o consumo suba no fim do mês. Isso também vale para os comércios”, enfatiza Lima.  

  

A revisão dos hábitos individuais e coletivos no dia a dia é fundamental para garantir um consumo mais adequado às condições de cada família. “Mais tempo em casa significa mais celular sendo carregado, ventiladores ou ar condicionado ligados por mais tempo, mais vezes que a geladeira é aberta, e por aí vai. Tudo isso influencia e impacta no fim do mês. A Energisa quer que todos tenham o conforto da energia elétrica sem sustos com o orçamento doméstico no fim do mês”, destaca o gerente.  

   

Veja dicas simples para evitar o aumento de consumo e administrar melhor a conta no final do mês:   

  

  • Ar-condicionado: os filtros devem ser lavados no mínimo uma vez por semana. Portas e janelas devem estar sempre fechadas quando o ar estiver ligado. Se possível, priorize a posição de 23ºC.   
  • Ventiladores: ideal que permaneçam ligados apenas quando alguém estiver usando. Deixar o ventilador ligado com antecedência para tentar refrescar um ambiente, não funciona, só serve para desperdiçar energia.   
  • Geladeiras e freezers: devem ficar, preferencialmente, o mais longe possível do fogão, fornos e outras fontes de calor. A borracha de vedação da porta precisa estar em boas condições, para o ar frio não escapar. As prateleiras devem ficar sem forros e é necessário evitar o abre e fecha. Avalie se o uso do freezer é realmente necessário neste período.    
  • Iluminação: quanto mais luz natural, melhor. Lâmpadas fluorescentes ou LED são as mais econômicas.   
  • Aparelhos em stand-by: é mais econômico desligar aparelhos direto nos botões ou nas tomadas, e não apenas pelo controle remoto. Em geral, luzes indicativas acessas significam desperdício de energia.   
  • Ferro de passar roupa: quanto mais roupa acumulada, melhor. Peças grandes, como lençóis e toalhas, podem ser esticadas por baixo das demais na hora de passar. Tente estender as roupas para secar de forma que não formem dobras. Ao pendurar camisas para secar, utilize cabides isso reduz consideravelmente o tempo para passá-las ao ferro. Com isso, o trabalho de passar será mais fácil, rápido e econômico.   
  • Chuveiro: priorize a posição “Verão”.  

    No site www.energisa.com.br é possível conhecer outras dicas de economia e também um simulador de consumo que permite estimar o custo em reais de cada equipamento, dependendo da potência e do período utilizados. Há orientações também sobre como economizar energia com vídeos curtos no www.youtube.com/energisaoficial. Se preferir clique aqui e confira as orientações da Energisa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.